Recent Posts

Neste momento Adoro: Junho

Neste momento Adoro: Junho

[:pt]Queria escrever sobre as coisas que me interessam neste momento e decidi usar o formato que tenho visto noutros blogs: uma compilação de pontos altos do mês! Falarei de Junho mas como comecei a escrever no início de Julho, estou a por algumas coisas também […]

Como eu inovaria o JR Pass

Como eu inovaria o JR Pass

O JR Pass dá a oportunidade de viajar ilimitadamente pelo Japão, nas linhas JR, durante X dias. Existe um passe de 7, 14 e 21 dias. Este passe é incrível para quem é visitante no Japão, no entanto embora seja extremamente útil, tenho dificuldade em […]

Japão – Primeiras Reflexões

Japão – Primeiras Reflexões

Estou de volta! Na verdade já voltei da minha viagem ao Japão há duas semanas mas precisei de algum tempo. Precisava de reflectir sobre a viagem e absorver tudo o que tinha acontecido e voltar à rotina não é fácil! Depois de uma viagem tenho sempre alguma dificuldade em arrumar as coisas. Tirar tudo da mala, passar as fotografias para o computador, não sei explicar mas só o pensamento de concretizar essas coisas deixava-me exausta. Tenho a dizer que finalmente fiz as duas coisas!

Mas não vim aqui escrever sobre isso! Queria deixar algumas reflexões sobre a minha viagem ao Japão. Nada de extraordinário mas que achei por bem partilhar.

Não estava preparada para a quantidade de pessoas que existem em Tokyo. É realmente outro mundo para quem vem de um país tão pequeno como Portugal. E mesmo tendo visitado outros países como a França e a Australia, não deixa de ser impressionante. Foi particularmente difícil para o meu namorado que não gosta de confusões. Cada um levou o seu tempo para processar mas ao fim de alguns dias já era um bocadinho mais normal

As pessoas são mesmo muito simpáticas e educadas. Um exemplo disto é que embora não houvessem muitos caixotes do lixo, as ruas estavam maioritariamente limpas. E o respeito que as pessoas têm a andar na rua ou no metro? Nunca me esquecerei desta imagem: um mar de gente a andar em dois sentidos onde o limite era feito pelas pessoas, não havia corrimões mas as pessoas andavam no sítio onde deviam na mesma.

Fiquei super orgulhosa de ter conseguido falar Japonês. Mesmo que tenha sido muito longe de um nível para conviver, foi muito útil e adorei ter posto à prova as minhas capacidades.

A comida é muito boa e fiquei completamente viciada em 2 coisas: sopa de miso (que já tinha comido em outras ocasiões mas nunca me chamou muito até agora) e gelatina com fruta. Para generalizar: gostei de quase todas as refeições e não voltava a comer maior parte dos doces que provei. Aviso já: para quem adora um bom bife e não quer gastar muito dinheiro, vai ter problemas no Japão. O meu namorado andava com desejos de um bife, já estava a ressacar 🙂

E por hoje é só, tenho muito mais coisas que quero partilhar com vocês mas será faseado pois ainda estou a digerir esta viagem e daqui a umas semanas lá vou eu noutra viagem (nunca mais marco duas viagens tão perto uma da outra!)

Porque as coisas que nos deviam dar alegria, tornam-nos stressados?

Porque as coisas que nos deviam dar alegria, tornam-nos stressados?

O título diz tudo. Posso ser só eu mas as coisas que me deixam mais entusiasmada e que me fascinam mais conseguem tornar-se coisas que me deixam stressada, pareço ser incapaz de aproveitar alguma coisa da vida. Este tema anda-me principalmente na cabeça porque vou […]

O meu amor por pão

O meu amor por pão

Gosto de pão, vá, adoro pão. Ao pequeno-almoço raramente falta o meu pãozinho. Vario muitas vezes do tipo de pão, às vezes de sementes, outras vezes de água, costumo gostar de todos. Algumas pessoas poderão dizer que o pão faz mal, que o pão engorda, […]

Dublin – Três Dias em Fotos

Dublin – Três Dias em Fotos

Na semana passada, estive 3 dias em Dublin para celebrar o St. Patrick’s Day e achei que era uma boa ideia partilhar algumas fotos que tirei durante a minha viagem. Foi muito divertido e foi esquisito ver tantas semelhanças entre a Irlanda e a Nova Zelândia. Faz todo o sentido porque são ambos saxónicos mas não posso deixar de achar surpreendente! Fez-me sentir também que estava num sítio conhecido embora nunca tenha visitado a Irlanda.
No entanto, tenho de confessar uma coisa. O frio, a chuva e o vento não me estavam a deixar com muita vontade de ficar lá mais tempo. Eu adorava ser daquelas pessoas que não são friorentas mas a verdade é que sou e muito! Foi bom chegar a Portugal e absorver alguma luz do sol. E foi essa a principal razão porque a minha câmara fotográfica raramente saiu da mala, prefiro estar quentinha do que tirar fotos!

Pontos altos da viagem:
– Biblioteca do Trinity College
– Parque “Saint Stephen’s Green Park”
– Todas aquelas casas super fofas
– Chocolate da marca Cadbury (em Portugal infelizmente não há uma grande variedade de sabores)
– O espírito e desfile do St. Patrick’s day

Fazer uma fruteira com 3 andares – DIY

Fazer uma fruteira com 3 andares – DIY

Tenho uma cozinha super pequena e adoro comer fruta! Tenho sempre o dilema: onde vou por toda a fruta que tenho? Até agora, estava um pouco por todo o lado, maioritariamente em cima da mesa da cozinha ou dentro do frigorífico. Já há muito que […]

Usar todas as maçãs

Usar todas as maçãs

Fim do dia, fim do fim-de-semana, é complicado o fim de um Domingo. Tenho uma regra que tenho implementado para não me sentir stressada aos Domingos: faz o que quiseres. Se isso significa ficar o dia todo na cama a ler, é isso que vou […]

Passeios gratuitos em Santiago de Chile – Cerro Santa Lucía

Passeios gratuitos em Santiago de Chile – Cerro Santa Lucía

Quando estava a trabalhar em Santiago do Chile, era difícil planear algo antecipadamente porque nunca sabia se ia trabalhar no fim de semana ou se tinha energia para ir a algum lado depois de uma semana stressante. O Cerro Santa Lucía é um óptimo sítio para ir se estão na mesma situação! Se são turistas, acho que pode ser um bom sítio para ir caso haja tempo. Mas sinceramente, o Cerro San Cristóbal é mil vezes melhor, por isso se têm apenas tempo para um deles, ignorem Santa Lucía!

Cerro Santa Lucía - plaza

E o que se faz lá no Cerro Santa Lucía? É um bom sítio para ir caminhar ou apenas conviver, verão muitos Chilenos também só sentados na relva a relaxar, sozinhos ou com a família. Também há um miradouro no topo do monte para verem a cidade numa perspectiva diferente.

Cerro Santa Lucia - closeup on Brigadier

Cerro Santa Lucia - Flowers

Cerro Santa Lucia -View from the top

Cerro Santa Lucia -Brigadier

Sinceramente, não há nada de super super interessante aqui mas eu gosto bastante de andar e porque ignorar algo tão acessível (há uma estação de metro mesmo abaixo), se há tempo?

Se visitarem Santa Lucía, uma pequena dica em relação a lembranças: toda a gente refere que lembranças são nos “Los Dominicos”, mas embora concorde que é um sítio a visitar, se não estão interessados em algo muito muito específico, irão ter algo muito mais barato no mercado de Santa Lucía. Basta atravessarem a estrada e estão lá! É incrível a diferença de preços para a mesma coisa nos dois sítios!

Já visitaram este Cerro? Se sim, o que gostaram mais?

Comer Barato: Tosta de queijo e cogumelos

Comer Barato: Tosta de queijo e cogumelos

Lembram-se quando andava a fazer vários posts sobre comer barato? Encontrei esta receita perdida nos meus rascunhos, decidi actualizá-la e terminá-la para o post de hoje! Tenho trabalhado noutro projecto por isso foi uma boa forma de me safar em escrever um post completamente de […]