Recent Posts

Como sobreviver a um voo de longa duração

Como sobreviver a um voo de longa duração

Voos de longa duração são difíceis. Se forem como eu, o primeiro é super fácil, estarão super entusiasmados porque é algo completamente novo. Mas depois de alguns voos destes, estar num voo durante tantas horas é complicado. É assim que me sinto depois de ter […]

O Nosso Apartamento: Quarto

O Nosso Apartamento: Quarto

Mostro-vos o meu quarto. É sem dúvida, a divisão mais bonita da minha casa. A cozinha, a sala e a wc acabam por ser divisões em que é muito mais importante dar prioridade à utilidade e não tanto à sua beleza. Digo-vos também isto: o […]

“Mug Cozy” feito em tricot

“Mug Cozy” feito em tricot

É incrível quão rapidamente o tempo passa e quão as coisas que gostamos acabam por ficar para trás. Hoje quero falar sobre tricotar, algo que eu fazia frequentemente há uns anos atrás e que já não faço. Pelo meu Ravelry, passaram 6 anos e meio desde o meu último ponto de tricot, até ver este registo nunca acreditaria que já não tricotava há tanto tempo.

Em Dezembro, talvez por andar a pensar no projeto felicidade, decidi tricotar outra vez. Tricotar deixa-me feliz e adoro tornar lã para algo útil!

Há 2 anos, a minha empresa ofereceu a todos canecas iguais e era sempre uma chatice saber qual era a minha (visto que eu tenho o hábito de a esquecer pelo escritório) e mesmo escrevendo o meu nome com marcador, com algumas lavagens saía. Assim, fiz um “mug cozy”, não sei como se diz isto em português, proteção quente para caneca? É tão difícil por vezes estas traduções. Um projeto simples que é útil.

Usei uma lã que tinha por casa e usei este modelo que encontrei usando a pesquisa do Ravelry. O botão também era um que já tinha por casa logo gastei 0€ neste projeto. Embora o modelo aconselhe deixar o cordão de tricot (i-cord) atrás, acho que ficou melhor deixá-lo à frente pois quando estava atrás deixava o tecido menos esticado o que não me agradou.

Foi algo super rápido de tricotar e deu-me confiança para voltar a tricotar outra vez, tinha algum receio de já não saber tricotar, mas a verdade é que instantaneamente sabia o que fazer. Já comecei no Sábado a tricotar umas meias para o meu irmão, vamos ver como corre.

Knitted mug cozy - finished

Agora ando pela empresa com uma caneca super fofa! Gostam? Já usaram este modelo?

O Meu Projecto Felicidade 2018

O Meu Projecto Felicidade 2018

Espero que o vosso primeiro dia do ano tenha sido bom! O meu foi relaxante mas já estou a pensar no dia de amanhã, a vontade de ir trabalhar depois de uma semana de férias é zero! Já tinha ouvido falar do livro da Gretchen […]

Adeus 2017!

Adeus 2017!

Quando disse adeus a 2016 o ano passado, disse que queria focar-me mais em aumentar a minha auto-confiança. Considero que ainda tenho um longo caminho a percorrer e em vez de ter melhorado sinto que se deteriorou, ou simplesmente estou ainda mais consciente dela, não […]

Fleamarket Porto – comprar usado no Porto

Fleamarket Porto – comprar usado no Porto

Acredito verdadeiramente em comprar usado (provavelmente farei um post sobre isso brevemente) e acredito que por muito que queiramos, nem sempre usamos aquele vestido lindo tantas vezes como tínhamos idealizado no momento da compra, nem usamos aquele aparelho de cozinha espectacular porque dá muito trabalho a lavar. E aí a grande vantagem de comprar e vender usado, dar uma vida nova aos nossos objectos, dar-lhes oportunidade de serem úteis para outra pessoa.

Há uma feira no Porto perfeita para isso. Chama-se fleamarket do Porto e é também conhecida como feira da pulga. É um evento mensal onde as pessoas podem comprar/vender todo o tipo de objetos usados embora exista provavelmente uma percentagem de 60% roupa.

O ambiente destas feiras é incrível com música e muito boa disposição. Costuma existir sempre também comida e bebida. Neste último mês introduziram uma costureira que faz pequenos arranjos no local gratuitamente! É uma boa forma de fomentar o arranjo de roupas por parte das pessoas.

O evento realiza-se sempre num sítio diferente todos os meses e para o mês de Dezembro será no 7º andar do Silo Auto. Para saber onde será a próxima feira, o melhor é seguir a página da feira no facebook. Infelizmente muitas vezes eles não criam eventos para as feiras mensais o que torna um bocadinho mais chato perceber quando será a feira.

Fleamarket Porto - artigos à venda

O que comprei no Flea de Setembro

As fotos que mostro neste post são a feira do mês de Setembro que foi no Marquês. Tive muita sorte nesse mês! Encontrei um casaco super quente e bonito! Sou uma pessoa friorenta e já estava a considerar comprar um casaco quente há algum tempo mas ainda não tinha encontrado um que me agradasse à mim e à carteira.

Travessa de Metal – 2€

É do tamanho do meu forno e já andávamos para comprar uma há algum tempo, gostamos muito de fazer assados e é enorme logo perfeito para fazer comida para os almoços da semana. Não tenho foto da travessa mas acho que dá para perceber!

Casaco Verde Quente (Mango) – 25€

Casaco Mango verde quente

Podem ver a minha felicidade depois de o ter comprado (tenho completa noção quão palhaça pareço mas estava mesmo contente)! Vantagem: pode ser casaco de inverno ou de verão (o forro está seguro por fechos, logo pode ser retirado). Desvantagem: dá muito trabalho a passar a ferro.

2 Tops- 5€

Tops Forever 21 e Zara

Nada do outro mundo mas achei que eram bonitos, só os poderei usar no Verão. O branco é da Zara, o preto às flores é da Forever 21.

Uma coisa que adoro é que qualquer pessoa pode-se inscrever pela modesta quantia de 13€! Considero o preço super acessível e permite assim que muitas pessoas se inscrevam. Eu e uma amiga minha decidimos inscrever-nos para Dezembro! Estou entusiasmada para ver o que vai dar!

Fleamarket - artigos à venda

Agrada-me imenso esta feira! Já visitaram?

Onde encontrar lojas que vendem a granel

Onde encontrar lojas que vendem a granel

No início do ano, descobri o movimento chamado “Zero Waste”. Este movimento, chamado Lixo Zero em português, tem como principal objetivo não enviar qualquer lixo para o aterro, focado também no grande R: reutilizar sempre quanto possível. Para conhecerem mais sobre isto, recomendo passarem pelo […]

6 coisas interessantes que comprei num supermercado guatemalteco

6 coisas interessantes que comprei num supermercado guatemalteco

Estive na Guatemala durante o mês de Outubro e uma das coisas que simplesmente adoro fazer em todos os sítios que vou é ir ao supermercado. Há sempre algo de diferente nos supermercados dos vários países. Não sou a maior fan de ir às compras […]

One Line a Day – Dois Anos

One Line a Day – Dois Anos

Há dois anos que escrevo no diário “One Line a Day“! Mentiria se vos dissesse que não falhei um dia. Na verdade falhei muitas. E já me perdoei por isso.

A vida acontece e tira-nos da nossa rotina e consequentemente estes projectos falham. Porquê? Porque sou perfeccionista e se falhei um dia ou uma semana, digo a mim mesma, já falhaste tanto, porquê continuar? Não está tão fixe como eu imaginava, mais vale parar. Digo isto mais do que deveria, mas neste projecto em particular, aprendi a ser boa para mim mesma. A perdoar-me. E se são assim como eu, tentem perdoar-vos, porque mesmo com algumas falhas, este projecto vale a pena. Caso estejam interessados, neste post escrevi um bocadinho sobre como tento escrever sempre. O truque de escrever no telefone deve ser o mais eficaz! Quando estive na Croácia em Junho, escrevia tudo lá (só quando voltei é que passei para o meu diário). Pelo contrário, no Japão comecei por não fazer isso e agora não tenho nenhum dia desta viagem escrito! É um bocadinho triste.

One LIne a Day - March pages blank
Sabem o que também descobri? Por alguma razão, Março é um mês complicado, em dois anos (2016 e 2017), Março está maioritariamente sem registos. É engraçado ver esta coincidência.

Comecei este diário no 18 de Agosto de 2015, e decidi partilhar um pouco deste dia durante estes anos.

18 Agosto, 2015 – Eu e o Daniel fizémos a nossa primeira grande compra juntos: comprámos a nossa cama e colchão.

A cama só chegou um mês depois! Mas é tão bom ter estes marcos escritos em algum lado!

18 Agosto, 2016 – Fomos a Guimarães, o sr. do restaurante não acreditava que íamos conseguir comer uma posta os dois sozinhos, mas enganou-se, ficou mesmo admirado! Até nos deu um chocolate no fim!

Não conseguimos jantar naquele dia, mas conseguimos!!! 🙂

18 Agosto, 2017 – Passei maior parte do meu dia a tirar dúvidas aos estagiários. Fiz uma massa de peixe mesmo boa para o jantar.

Este ano, este dia foi tão aborrecido, comparado com os outros!

E vamos lá para mais dois anos! Onde estavas tu, há dois anos atrás? Onde estarás daqui a dois anos?

Não podemos fazer tudo

Não podemos fazer tudo

Acabei por ficar um mês sem escrever, maioritariamente porque ando super stressada com o trabalho. Ao final do dia, tenho-me sentido esgotada e quando chego tento fazer algum progresso nos meus projectos pessoais, mas sem grande sucesso. E quando não avanço nos meus objectivos pessoais, […]