Comprar Usado: Guia para Principiantes

by Cath
0 comment

Comprar usado tem-se tornado cada vez mais popular, não apenas porque o estigma de comprar usado é menor comparativamente há uns anos atrás (mas se mesmo assim ainda se pensa que comprar usado é nojento) mas também há uma vontade de consumir de uma forma mais sustentável.

No entanto, sei que certas pessoas ainda não tiveram coragem para experimentar.

Reconheço que pode ser intimidante e um pouco mais difícil de comprar usado do que comprar algo novo porque requer um pouco mais de trabalho da nossa parte, mas não precisa de ser um bicho de sete cabeças.

Este guia é a minha forma de ajudar quem sente-se intimidado para comprar em segunda mão. Estou disponível para responder a quaisquer outras perguntas que tenhas em relação a este tema, por isso não tenhas medo de me fazer perguntas nos comentários.

Porquê comprar usado?

É mais barato

Primeiro do que tudo, tenho de mencionar algo que agrada a todos: comprar em segunda mão é MUITO mais barato, quem não gosta de poupar uns euros?

Um artigo novo custa muitas vezes o dobro que o mesmo artigo usado. É uma diferença muito significativa, com um grande impacto no orçamento familiar.

É amigo do ambiente

Comprar usado também é a forma mais amiga do ambiente de consumir. Imaginem a quantidade de coisas que já não usam e que vão para o lixo, se forem compradas por outra pessoa o seu ciclo de vida não acabou ali, ainda será usado mais X tempo.

Imagina agora que mais 2 pessoas têm a oportunidade de usar o mesmo objecto. O objeto foi usado por 4 pessoas antes de ir para o lixo.

Se cada uma delas o tivesse comprado novo, teria de ser contabilizado 4x o valor da produção, da embalagem, do transporte para chegar a estas 4 pessoas. Imaginem o impacto disto multiplicado por milhões de pessoas.

Comprar usado para mim é uma das formas mais acessíveis de ser mais amigo do ambiente.

Dito isto, deixo-te com dicas de como podes começar a comprar usado para aliviar a vossa carteira e também aliviar o planeta.

Dicas para comprar em segunda mão

Ter paciência

Queria começar por este primeiro porque comprar usado requer um pouco mais de paciência do que comprar numa loja normal.

Ao comprar uma peça de roupa usada, há mais factores para ter em atenção, não é só encontrar o tamanho certo. E há também a questão da disponibilidade, se forem a uma feira de usados podem ter em mente uma peça que não existe naquele dia mas para o próximo mês exista.

A chave para comprar usado é não ter pressa.

É apreciar a aventura de andar a procurar, é apreciar a dificuldade e não dizer não à satisfação instantânea.

Nos dias em que correm é tão fácil gastar dinheiro, não só por aquilo que se pode comprar nas lojas mas também online, tudo está disponível, comprar hoje receber amanhã, tudo para consumirmos, algo que nem sempre precisamos.

Ao comprar de forma mais devagar também estamos mais conscientes da nossa necessidade de consumismo. E quando nos tornamos mais conscientes temos mais ferramentas para combater cenas.

Ter um plano

Uma das grandes vantagens de comprar usado, que eu já mencionei acima, é que tudo muito mais barato. O problema é que esta vantagem torna-se rapidamente numa desvantagem pois nem consideramos se queremos ou precisamos mesmo daquilo que estamos a comprar.

“Isto está super barato, se eu comprasse isto novo seria o triplo!”

Quantas vezes é que eu já disse isto a mim própria? Sem intenção acabava por comprar mais do que precisava e que acabava por não usar assim tanto.

Para combater isso, tenho uma lista de coisas que preciso de comprar e sempre que vou a uma loja/feira de usados tento não sair muito dessa lista. Se for algo que não está na lista mas algo que eu vou usar muito e que preciso, compro.

Queres ter um pdf editável (ou se preferires podes imprimir!) para organizares a tua lista? Clica abaixo e podes fazer download.

No fundo, o que é importante ao comprar algo novo (isto para tudo na verdade, não apenas para usados, mas quando é usado é tão barato que, por vezes, distorce o nosso pensamento) é pensar se vamos mesmo usar aquilo e com que frequência ou se é apenas algo que seria bom para a nossa vida imaginária de fazer 50 mil bolos e acabamos por usar uma vez em 5 anos (culpada!).

Procurar defeitos

clothes in a clothes rack in swap

O termo “em segunda mão” já indica que já foi utilizado e se já foi utilizado temos de ter uma atenção redobrada em procurar possíveis defeitos. Há dois tipos de defeitos.

Defeito “Posso viver com isto”

Quero a peça na mesma, não se nota, não é problemático para a sua funcionalidade – aqui podes aproveitar para negociar mostrando o defeito ao vendedor e tentar que te leve menos dinheiro pela peça.

Defeito “Não posso viver com isto”

O meu conselho é desistir.

No entanto, se pensas que têm a capacidade para alterar a peça de forma a que possa ser usada, força!

Já sabes que sou uma grande apologista de transformar objetos.

Não obstante se tens o hábito (culpada outra vez!) de planear demasiados projetos e depois acabas por nem fazer metade, pensa bem o que vais precisar para transformar a peça.

Pensa se queres um projeto novo ou se queres usar aquilo o mais rapidamente possível, sê verdadeiro contigo próprio e pensa se realmente vais ter tempo para o fazer.

Negociar

Negociar faz parte de comprar em segunda mão.

Não tenhas receio de negociar, principalmente nas feiras, quando tentas comprar usado.

Compreendo que para algumas pessoas possa ser difícil de o fazer inicialmente, para mim pelo menos foi, mas muitas vezes os preços são inflacionados para já dar margem a isso.

O máximo que podes receber é um não.

Aí decides se queres mesmo dar aquele dinheiro e pagar o preço estipulado pelo vendedor, ou continuar a regatear com o vendedor ou continuar a procurar.

Onde comprar usado

Podem comprar artigos usados em feiras e em lojas ou mesmo comprar online.

Lojas em Segunda Mão

Para além de feiras, há várias lojas por todo o país, para encontrar uma loja de usados mais perto de ti, podes ir ao “Em Segunda Mão”, é um site que fiz que aglomera lojas que vendem usado.

Podes pesquisar também o tipo de artigo que estás à procura.

Feiras

Fleamarket Porto - artigos à venda

Há também muitas feiras de velharias e usados a decorrer por todo o país, pesquisa qual é a feira mais perto de ti.

No Porto adoro ir à Feira da Vandoma ou ao Fleamarket Porto. Considero as feiras uma boa forma de começar nesta caminhada de comprar mais usado porque há de tudo e as pessoas querem vender o mais possível num dia.

Por exemplo, no Fleamarket Porto, quase todos participantes são pessoas sem lojas que apenas querem livrar-se das suas coisas, não querem fazer muito lucro, só querem ter menos coisas em casa, assim estão muito mais abertas a negociar e há uma grande variedade de coisas diferentes, nunca fica monótono.

Online

Para comprar online, o OLX é um dos melhores sites para comprar usado em Portugal. Tem atenção nas compras que fazem e dá preferência a encontrar-te com a pessoa antes de comprar para ver qualquer problema que não tenha sido referido no anúncio.

O Facebook Marketplace também tem crescido muito e há muitas vendas a acontecer lá.

Comprar usado – vamos lá?

Para um planeta melhor e uma maior poupança!

You may also like

Leave a Comment