Aderir à fruta feia – Tudo o que precisas de saber

by Cath
0 comment

Se segues o meu instagram, já deves ter visto algumas publicações a mostrar o meu cabaz da Fruta feia mas quero partilhar aqui no blog um pouco sobre o quê é e porque acredito tanto neste projecto.

Quando soube a primeira vez deste projeto quis-me imediatamente inscrever, uma organização que tem como missão reduzir o desperdício de comida? Fiquei encantada!

Vou-te contar tudo.

O que é a Fruta Feia?

A Fruta feia é uma cooperativa em que as pessoas se podem inscrever e que todas as semanas podem ir buscar um cabaz grande ou pequeno de valor 7€ ou 3,5€ respectivamente, com frutas e legumes com um aspecto às vezes um pouco pior do que se compra no supermercado.

Do site deles

A cooperativa Fruta Feia surge da necessidade de inverter tais tendências de normalização de frutas e legumes que nada têm a ver com questões de segurança e de qualidade alimentar. Este projecto visa combater uma ineficiência de mercado, criando um mercado alternativo para a fruta e hortaliças “feias” que consiga alterar padrões de consumo. Um mercado que gere valor para os agricultores e consumidores e combata tanto o desperdício alimentar como o gasto desnecessário dos recursos utilizados na sua produção.

Todas as semanas os cabazes estão disponíveis para irmos buscar das 5 às 9, é bom este horário alargado que me permite ir buscar mesmo que saia mais tarde do trabalho. Há vários pontos no país incluindo Porto, Braga e Lisboa mas podes ver se tens uma Fruta feia na tua cidade aqui.

O lema deles é muito bem conseguido e apelativo “gente bonita come Fruta Feia, não é tão engraçado? Adoro!

Porquê Fruta Feia?

Acredito muito em reduzir o nosso desperdício de comida, não só é uma forma de ser melhor para o planeta ao usar tudo o que ele nos dá, também é muito mais económico.

Ao aderir à “Fruta Feia”, estás a lutar contra o desperdício alimentar.

Como o site da Fruta Feia está muito bem feito, se gostas de ver métricas, podes contabilizar a quantidade de kgs de desperdício evitado. Esta é a quantidade de desperdício que evitei à data de hoje (Janeiro 2020):
196kg desperdicio evitado

Este tipo de iniciativas devem ser apoiadas por nós consumidores para crescerem e conseguirem chegar a mais sítios. Votar com o nosso dinheiro é uma grande arma contra o desperdício.

Para além disso, estás a comprar fruta e legumes da época que é uma boa forma de reduzir a tua pegada ecológica.

Mas porque vou eu comprar fruta e legumes feios?

Queria falar um pouco sobre isto do “aspecto feio” desta fruta e legumes, aquilo que se compra numa grande superfície muitas vezes é coberta de sprays para parecer toda bonita – estou a falar daquelas maçãs super brilhantes, enceradas para chamar a atenção.

Infelizmente não há grandes estudos sobre o tema para entender se as ceras usadas em Portugal são maléficas para a saúde, mas pela pesquisa que fiz não parece prejudicial.

Ainda assim, o facto da fruta ser bonita não significa que seja melhor para a saúde.

Para quem já viveu na aldeia como eu, os produtos frescos que vêm da Fruta Feia parece que vêm mesmo da horta das nossas famílias.

Os legumes e fruta que vêm da Fruta Feia vêm também mais maduros, prontos para consumir, também é outra razão por acabarem nestas cestas.

Como funciona a Fruta Feia

Depois da inscrição, na primeira recolha, os colaboradores da Fruta Feia explicam tudo, no entanto deixo um pequeno sumário de como tudo funciona.

Um dia por semana, vais até à delegação da Fruta Feia mais próxima de ti, dás o teu nome e pagas o cabaz da semana.

Depois de pagar podes escolher um dos cabazes e levar para casa.

Deves trazer os teus próprios sacos e caso venha fruta mais pequena, como por exemplo framboesas, traz um recipiente para os colocar. A ideia é que os recipientes onde eles tenham essa fruta mais pequena sejam mais vezes reutilizados.

Mais um ponto positivo! Evitar o uso de recipientes descartáveis.

Conteúdo da cesta

Outra coisa que me agrada é que não podemos escolher o que vem dentro dos cabazes e acabo por comer coisas que nunca iria comprar normalmente, às vezes pelo seu preço ou outras vezes por não gostar assim tanto deles.

Um cesto diferente todas as semanas tem-me permitido experimentar na cozinha, ver o que fazer com estes legumes que não costumo comprar.

Eu considero que tenho algum conhecimento em inventar na cozinha, mas na verdade ainda tenho muito que aprender e muitas semanas o cesto da Fruta Feia desafia-me.

Se há algo que não gostas, podes sempre não recolher a cesta daquela semana, mas qual é a piada nisso?

Eu vou-me desafiando! Há certos legumes que não gosto tanto mas acabo por arranjar formas de usar, penso muitas vezes “é desta que vou gostar disto” e muito sinceramente?

Tenho-me surpreendido bastante! A abóbora, por exemplo, é algo que não me agrada muito e com a Fruta Feia tenho recebido várias vezes abóbora e já a fiz de diversas formas, risotto, sopa, massa, e tenho arranjado receitas que me fazem gostar de abóbora. Nunca a tinha comprado antes da “Fruta Feia”, estou a expandir o meu conhecimento culinário.

Ainda assim, se não gostares mesmo mesmo de algo do cabaz, podes também dar, à tua família ou amigos ou mesmo a outros consumidores da Fruta Feia.

Quando estiveres a arrumar as tuas coisas, oferece à pessoa ao lado que está a guardar também o seu cabaz. Um dia não queria limões (os meus pais têm muitos no jardim deles) e ofereci limões e até acabámos por trocar porque a senhora não queria batatas! Acaba tudo por se resolver.

Classificar a cesta

Todas as semanas, há também a possibilidade de classificar a cesta, com dois parâmetros:

  • qualidade do produto
  • querer receber o produto mais ou menos vezes

Como já mencionei, não é possível escolher nada do que vem no cabaz, isso significa que, se houver algo que não gostes particularmente, não poderás dizer que não vais recolher a cesta nessa semana mas qual é a piada?

Não posso recolher a cesta esta semana, o que faço?

Até ao final de dia de Domingo, é possível cancelar a recolha da cesta dessa semana. Caso não tenhas disponibilidade podes usar esta opção sem ser penalizado.

Também há a possibilidade de cancelar a recolha durante um determinado período de tempo sem perder a vaga neste programa.

Esqueci-me de ir buscar a minha cesta!

Acontece a todos e já me aconteceu a mim.

No Porto, o dia para ir buscar a cesta é à Quarta e houve uma semana em que era feriado no dia a seguir. Na minha cabeça, era Sexta-feira e só quando estava a tentar adormecer (quando tento adormecer estou sempre a pensar em 50 coisas) é que me lembrei que não era Sexta mas sim Quarta, dia de “Fruta Feia”!

Felizmente a comida não é desperdiçada e é sim doada a instituições que necessitam. Na semana a seguir paguei duas cestas, a que me esqueci e a dessa semana. Acontece, é vida! Pelo menos, tens a segurança que não se irá desperdiçar comida.

Consegui convencer-te a aderir à Fruta Feia?

Com isto tudo agora explicadinho, espero ter-te inspirado a apoiar este projeto. Caso alguma dúvida tenha ficado por responder, escreve-a nos comentários e eu responderei o mais rápido possível.

E não te esqueças, gente bonita, come fruta feia 🙂

Não vivo em Portugal, e eu?

Embora tenha escrito explicitamente sobre a Fruta feia, já há programas noutros países que lutam contra o desperdício e que são bastante similares ao projecto Fruta Feia. Atenção que não usei nenhum destes serviços, se tiveres experiência em algum deles comenta para ter o teu feedback.

França

Intermarché

Inglaterra

Oddbox

Estados Unidos

Imperfect Produce
Misfits Market

Canadá

Second Life

Brasil

Fruta Imperfeita

You may also like

Leave a Comment