One Line a Day – Dois Anos

One Line a Day – Dois Anos

Há dois anos que escrevo no diário “One Line a Day“! Mentiria se vos dissesse que não falhei um dia. Na verdade falhei muitas. E já me perdoei por isso.

A vida acontece e tira-nos da nossa rotina e consequentemente estes projectos falham. Porquê? Porque sou perfeccionista e se falhei um dia ou uma semana, digo a mim mesma, já falhaste tanto, porquê continuar? Não está tão fixe como eu imaginava, mais vale parar. Digo isto mais do que deveria, mas neste projecto em particular, aprendi a ser boa para mim mesma. A perdoar-me. E se são assim como eu, tentem perdoar-vos, porque mesmo com algumas falhas, este projecto vale a pena. Caso estejam interessados, neste post escrevi um bocadinho sobre como tento escrever sempre. O truque de escrever no telefone deve ser o mais eficaz! Quando estive na Croácia em Junho, escrevia tudo lá (só quando voltei é que passei para o meu diário). Pelo contrário, no Japão comecei por não fazer isso e agora não tenho nenhum dia desta viagem escrito! É um bocadinho triste.

One LIne a Day - March pages blank
Sabem o que também descobri? Por alguma razão, Março é um mês complicado, em dois anos (2016 e 2017), Março está maioritariamente sem registos. É engraçado ver esta coincidência.

Comecei este diário no 18 de Agosto de 2015, e decidi partilhar um pouco deste dia durante estes anos.

18 Agosto, 2015 – Eu e o Daniel fizémos a nossa primeira grande compra juntos: comprámos a nossa cama e colchão.

A cama só chegou um mês depois! Mas é tão bom ter estes marcos escritos em algum lado!

18 Agosto, 2016 – Fomos a Guimarães, o sr. do restaurante não acreditava que íamos conseguir comer uma posta os dois sozinhos, mas enganou-se, ficou mesmo admirado! Até nos deu um chocolate no fim!

Não conseguimos jantar naquele dia, mas conseguimos!!! 🙂

18 Agosto, 2017 – Passei maior parte do meu dia a tirar dúvidas aos estagiários. Fiz uma massa de peixe mesmo boa para o jantar.

Este ano, este dia foi tão aborrecido, comparado com os outros!

E vamos lá para mais dois anos! Onde estavas tu, há dois anos atrás? Onde estarás daqui a dois anos?



Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *